Philippe Starck e sua vida de monge

 

 

“ Trabalhar a criatividade necessita de organização na vida. O trabalho consiste em checar as ideias, os detalhes. O processo de checagem é contínuo.”

Philippe é designer e arquiteto, e transita tranquilamente entre as muitas atividades que exerce, abrangendo projetos em diversos segmentos. Mais interessante ainda é sua lista de contribuições para os mais diversos campos do design, partindo do segmento industrial, desenhando acessórios para banheiros. Ele desenha barcos, e teve uma participação muito importante e  inclusive polêmica, o projeto para Steve Jobs, sandálias femininas para a brasileira Ipanema, hotéis de luxo, inclusive um no Brasil para inaugurar em 2019, restaurantes pelo mundo, sem deixar de lado as mesas e cadeiras de policarbonato da Kartell que tanto amamos!

 

 

 

Conhecido por sua simplicidade ao tratar o design de forma mais filosófica do que material, fala de um design verdadeiro, inspirado por sonhos de um produto acessível e durável. Enquanto busca ser um ser humano melhor, admite que a juventude lhe trouxe muita energia criativa, quem sabe uma necessidade ou outra de provar alguma coisa. E defende a reclusão para não ser contaminado pelas ideias que já estão circulando de alguma forma no inconsciente coletivo, seja através das mídias ou nas pequenas conversas das pessoas. Desta forma, garante ter ideias frescas.

 

Plástico Ecológico –  Que dure 3 gerações!

Quando reflete sobre a vida em sociedade, o compromisso que afirma assumir hoje é com a ecologia e com a escassez do petróleo. Preocupa-se com busca de soluções inteligentes e duráveis. Considera a utilização dos bio-plásticos, oriundo fontes renováveis como a cana-de-açúcar, batata, milho e mandioca, ainda precoce num mundo que ainda sofre com a fome, mesmo numa era pós-petróleo.

Starck faz, há 18 anos, uso do policarbonato devido a possibilidade de produção em série, que resulta em produtos de maior durabilidade e com uma enorme opção de gama de cores. Starck participa de uma grande pesquisa sobre o uso de produtos renováveis ele que costuma chamar de “era pós-plásticos”, sua busca por uma cadeia produtiva menos extrativa que a madeira e os minérios, materiais não-renováveis, defende a busca por uma matéria-prima resistente e de baixo impacto ambiental, que dure 3 gerações!

Para o futuro, Starck tem muitos projetos e frequentes vindas ao Brasil. Uma de suas vindas está relacionada ao hotel da Rede Rosewood. Nesta oportunidade em que atuará com uma equipe multidisciplinar e será responsável pelo design de interiores dos apartamentos.  A inauguração está prevista para 2019.

Acompanhe o trabalho de Philippe Starck acessando http://www.starck.com

Clique aqui para acessar 71 criações de Starck para a Kartell

 

 

Deixe uma resposta